Dezembro de 2013

Roma: Lançamento de Vídeo de Apoio 19/12/2013

A Secretaria Técnica do Programa Ciência sem Fronteiras na Itália lançou vídeo de apoio aos candidatos inscritos nos processos seletivos ora em curso, para estudar na Itália a partir de 2014, nas modalidades graduação-sanduíche e pós-graduação. No vídeo de 14 minutos, a Senhora Martina Vizzani, ponto focal do CsF na Universidade de Roma "La Sapienza" e fluente em língua portuguesa, apresenta informações sobre o ensino superior na Itália; as 15 Universidades da Rede CsF neste país; a importância dos estágios; a distribuição das vagas oferecidas pelas Universidades italianas ao CsF; e os cronogramas dos editais de graduação e de pós-graduação.

O vídeo também trata dos níveis de conhecimento lingüístico exigidos para cada modalidade de bolsa, incluindo a possibilidade de que cursos de pós-graduação sejam realizados em inglês. A respeito do processo seletivo de graduação-sanduíche, o vídeo recorda que os candidatos que não tiverem apresentado certificado de conhecimento de italiano no momento da inscrição no CsF deverão prestar, em janeiro próximo, exame preparado pelo Instituto Italiano de Cultura de São Paulo (IIC-SP) em diversas cidades, em parceria com a Secretaria de Educação Superior (SESu) do Ministério da Educação. Em videonconferências realizadas em agosto e setembro, representante da Secretaria de Ensino Superior (SESu) do MEC pôs à disposição do IIC-SP 58 Universidades Federais, para aplicação dos testes de idioma nos candidatos ao CsF Itália. Os candidatos que não conseguirem demonstrar, nos exames aplicados em janeiro, nível de italiano requerido e que, ainda assim, tiverem sido selecionados para o CsF Itália, serão beneficiados, no Brasil, com cursos "on-line" do Consórcio de Universidades Italian Culture on the Net (ICoN) e, na Itália, com cursos intensivos e extensivos das Universidades italianas, conforme entendimentos mantidos com a CAPES (procedimento semelhante ao adotado em prol dos bolsistas "reoptantes" em 2013).

O vídeo já recebeu mais de 2.200 acessos e está disponível em youtube.com/watch?v=tYyeBB3fc6g. Em 2013, a Embaixada, a Secretaria-Técnica e as Universidades italianas lançaram 11 vídeos de apoio aos bolsistas e aos candidatos ao CsF Itália. No total, foram cerca de 24 mil acessos, dado que aponta a utilidade da iniciativa.

Roma: Embaixador do Brasil na Itália encontra bolsistas do CsF na Universidade de Bolonha11/12/2013

O Embaixador do Brasil na Itália, Ricardo Neiva Tavares, encontrou-se em duas ocasiões com bolsistas do Programa Ciência sem Fronteiras na Universidade de Bolonha (Unibo), em 4 de dezembro, para esclarecer dúvidas, ouvir sugestões e prestar informações úteis aos estudantes. O reconhecimento dos créditos após a volta ao Brasil e o amplo apoio oferecido aos bolsistas pela Universidade e pela Embaixada foram alguns dos principais temas tratados.

Participaram do primeiro encontro com os bolsistas o Reitor Ivano Dionigi e a Pró-Reitora para Relações Internacionais Carla Salvaterra, ambos daquela Universidade, além de professores e outros funcionários. O evento permitiu diálogo muito informal com os bolsistas. O segundo encontro teve formato mais amplo e contou também com a participação do setor privado, em razão da importância dos estágios. O bolsista de Desenho Industrial Rodrigo Ferri, que recebeu Menção Honrosa da Unibo em setembro, e o bolsista de Engenharia Mecânica Roberto Elias, que faz estágio na área de eficiência energética de automóveis, relataram suas experiências de participação no CsF. Também deram depoimentos professores da Unibo selecionados para atuação no Brasil no âmbito da modalidade "Pesquisador Visitante Especial" do CsF.

No encontro ampliado, o Embaixador informou que, em resposta a cartas enviadas por ele e pelo Reitor da Unibo, mais de 130 empresas italianas com negócios com o Brasil já manifestaram interesse em oferecer vagas de estágio para bolsistas do CsF a partir do início de 2014. Presente no encontro, o Doutor Emanuelle Carboni, representante da Telecom Italia/Tim, lembrou que a empresa, parceira do CsF, tem a oportunidade de poder contratar, no Brasil, ex-bolsistas do Programa, com a vantagem do conhecimento do idioma italiano. A empresa oferece 50 vagas de estágio para bolsistas do CsF a cada semestre em seus centros de pesquisa na Itália e recentemente contribuiu com dois milhões de reais para o orçamento do Programa.

A Unibo já recebeu 224 bolsistas de graduação e de pós- graduação do CsF e atua como Secretaria Técnica do Programa na Itália. O evento de 4 de dezembro se deu no contexto de uma série de encontros de acompanhamento dos bolsistas do CsF promovidos pela Embaixada do Brasil na Itália, no âmbito do Programa de Apoio a Estudantes Brasileiros do Ministério das Relações Exteriores. Só em novembro e em dezembro deste ano foram realizados seis encontros, nas cidades de Bolonha, Florença, Milão, Módena, Siena e Pádua."

Paris: Lançamento da Série de Vídeos "França sem Fronteiras" 05/12/2013

Bolsistas do Ciência sem Fronteiras na França, com a ajuda de recursos do Itamaraty, lançaram uma série de vídeos, em canal do Youtube, entitulada "França sem Fronteiras". A série contém nove episódios sobre diversos aspectos da trajetória de bolsistas CsF no país, desde a candidatura na universidade de origem até o retorno ao Brasil após o término da estada acadêmica. Além das informações específicas de orientação, a série apresenta depoimentos de bolsistas CsF residentes em várias cidades da França. Em linguagem descontraída e contando com roteiro, edição, direção e trilha sonora de bolsistas da área de cinema, a série tem recebido apreciação bastante positiva.

Eis os episódios que já constam do canal "França sem Fronteiras":

  1. COMO CONSEGUIR A BOLSA?
    • O primeiro episódio apresenta panorama sobre o Programa Ciência sem Fronteiras (objetivos, público-alvo, áreas contempladas, modalidades, entre outros). Detalha, ainda, as diferentes etapas para inscrição e homologação do candidato, fornecendo informações importantes sobre editais, procedimentos consulares para a França, proficiência na língua francesa e cronogramas.
  2. DOCUMENTAÇÃO PARA VIAJAR
    • Após exposição sobre processo de homologação do estudante, "França sem Fronteiras" informa sobre conjunto de documentos cuja apresentação será necessária antes, durante e depois do intercâmbio (passaporte, visto, "acquis de droit", seguro- saúde, carta de aceite da instituição francesa e relatório final do intercâmbio). O episódio também informa sobre a sistemática de distribuição dos bolsistas pelo território francês, tempo de estada permitido na França e auxílios disponíveis.
  3. REGULAMENTAÇÃO DA VIDA NA FRANÇA
    • O terceiro episódio explica as etapas administrativas de chegada à França (aeroportos e deslocamentos). O vídeo trata, ainda, dos primeiros procedimentos para regulamentação no país (plano de saúde, abertura de contas bancárias, visto, entre outros).
  4. ESTRUTURA ACADÊMICA FRANCESA
    • A organização do ensino e das instituições de ensino superior na França é tema do quarto episódio da série. São dadas explicações acerca da estrutura do sistema de ensino europeu em vigor na França (Licenciatura, Mestrado e Doutoramento/LMD). O episódio permite que os estudantes entendam melhor como participar na escolha das disciplinas que comporão suas grades curriculares nas instituições francesas de ensino superior.
  5. CUSTO DE VIDA NA FRANÇA
    • O quinto episódio da série, dividido em duas partes, trata dos aspectos financeiros do intercâmbio dos bolsistas CsF- França. Informações sobre aluguel de apartamentos, serviços de internet e telefonia celular, contratos, alimentação, lazer, meios de transporte são detalhadas com exemplos práticos.
  6. ESTÁGIOS
    • A série dedica o sexto episódio à realização de estágios na França. O vídeo informa da iniciativa da Embaixada em propor parceria com 27 grupos empresariais franceses, explicando cada uma das etapas para candidatura dos bolsistas no portal bilíngue educ-br.fr. Adicionalmente, são apresentadas diversas informações sobre vagas de estágio, currículos e cartas de apresentação, entrevistas, carga horária, remuneração e documentação necessária. O vídeo relata, ainda, a experiência de bolsistas CsF que realizaram estágios em empresas, laboratórios e associações na França.

Os próximos vídeos, em fase de conclusão, terão as seguintes temáticas: "Além de Paris: Outras Cidades na França", "Experiências: Ser Estrangeiro e as Diferenças Culturais" e "Voltando ao Brasil".