Instituições ligadas à cooperação educacional no Brasil

CNPq

CAPES

OEI

UNESCO

CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientí­fico e Tecnológico (CNPq) é uma agência do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destinada ao fomento da pesquisa cientí­fica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no paí­s.

A atuação do CNPq na área de cooperação internacional se dá por meio de bolsas, convênios bilaterais, programas multinacionais de apoio a projetos de pesquisa, formação e capacitação de brasileiros em outros paí­ses, formação e capacitação de estrangeiros no Brasil, entre outras atividades.

Quanto às bolsas, são as seguintes as modalidades atualmente oferecidas:

  • Estágio Sênior (ESN)
  • Pós-doutorado (PDE)
  • Doutorado Sanduí­che (SWE)
  • Doutorado Pleno (GDE)
  • Treinamento no Exterior (SPE) - estágios e cursos de média e longa duração (4-12 meses), com utilização no âmbito de convênios e programas de cooperação internacional.
  • Estágio/Treinamento no exterior (BSP) - fomento tecnológico

Os convênios e programas de cooperação internacional administrados pelo CNPq envolvem o financiamento de atividades de instituições brasileiras e de outros países, por meio de editais. Entre os programas atualmente em atividade, destacam-se:

PROSUL - Programa Sul-Americano de Apoio às Atividades de Cooperação em Ciência e Tecnologia - financiamento a atividades de cooperação e mobilidade de pesquisadores na área de Ciência, Tecnologia e Inovação (C&T&I) entre grupos brasileiros e dos demais países sul-americanos. Mais informações aqui.

CYTED - Programa Ibero-Americano de Ciencia y Tecnología para el Desarrollo (Programa Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento) - Criado em 1984 e com secretaria sediada na Espanha, atua nas áreas de Agroalimentação; Saúde; Promoção do Desenvolvimento Industrial; Desenvolvimento Sustentável, Mudança Global e Ecossistemas; Tecnologias de Comunicações e informações e; Ciência e Sociedade. O programa inclui diferentes modalidades de cooperação, tais como redes temáticas e projetos de pesquisa. Mais informações aqui.

Cooperação bilateral - voltados à mobilidade de pesquisadores no âmbito de projetos conjuntos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, em áreas preferenciais, definidas de comum acordo com as instituições financiadoras estrangeiras, bem como à formação e capacitação de Recursos Humanos ou Pesquisadores Visitantes. Veja os editais atualmente abertos.

Confira em nossa página inicial (LINK) e no endereço eletrônico do CNPq (LINK para (http://www.cnpq.br/programas/coopint/index.htm) as oportunidades de participação nestes e em outros programas.

Conheça o PEC-PG, programa voltado a estrangeiros que desejam estudar no Brasil, administrado em parceria entre a DCE, a CAPES e o CNPq (LINK).

CAPES

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior é a instituição ligada ao Ministério da Educação que atua na melhoria da pós-graduação brasileira, por meio da avaliação, divulgação e formação de recursos. Suas ações são realizadas em torno de quatro linhas principais:

  • Avaliação da pós-graduação stricto sensu;
  • Acesso e divulgação da produção cientí­fica;
  • Investimentos na formação de recursos de alto ní­vel no paí­s e exterior;
  • Promoção da cooperação cientí­fica internacional.

No que diz respeito à cooperação internacional, a CAPES busca apoiar os grupos de pesquisa brasileiros por meio do intercâmbio internacional, por meio de acordos bilaterais e parcerias universitárias.

Confira em nossa página inicial e no endereço eletrônico da CAPES as oportunidades de participação programas dessa instituição.

Conheça o PEC-PG, programa voltado a estrangeiros que desejam estudar no Brasil, administrado em parceria entre a DCE, a CAPES e o CNPq (LINK).